início do conteúdo

Histórico do Campus

A criação do Campus Barra do Garças atende a meta do programa de expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica – Fase II do MEC/SETEC em 2007, leva em consideração a própria natureza dos Institutos Federais, já que, prima pela descentralização da oferta de qualificação profissional com foco no desenvolvimento socioeconômico de cada região.

Do ponto de vista teórico e ideológico, o Campus se orienta pelo Projeto Pedagógico Institucional do IFMT ao optar por uma educação emancipadora de perspectiva histórico social, direcionada à superação das desigualdades ao conceber a educação como um processo singular, fruto da construção pessoal e coletiva que promova, de fato, a aprendizagem como forma de reação contra hegemônica às práticas tradicionais que desconsideram o princípio do humanismo1 . A educação humanística em documento legal do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2009/2014, mantida no PDI 2014/2018, reafirma os documentos legais no Brasil, como o Plano Nacional de Educação que incorporou o texto da Constituição de 1988 no período da Constituinte entre 1987/88, uma proposta do Deputado Florestan Fernandes:

Art.214. A Lei estabelecerá o Plano Nacional de Educação, de duração plurianual, visando à articulação e ao desenvolvimento do ensino em seus diversos níveis e à integração das ações do poder público que conduzam a erradicação do analfabetismo, universalização da qualidade do ensino, formação para o trabalho e a promoção humanística, científica e tecnológica do país (BRASIL, 1988)2 .

O Campus Barra do Garças foi criado por meio da Portaria Nº 115 de 29 de janeiro de 2010, publicada no DOU de 01/02/2010, Seção 01, pág. 15. A partir de 2007 o IFMT, as Prefeituras Municipais de Barra do Garças, Aragarças/GO e Pontal do Araguaia/MT e a comunidade dessas cidades inicia discussões no intuito de reconhecimento das possibilidades e das demandas locais para implantação de cursos técnicos e superiores profissionalizantes.

Em 2009, o IFMT recebeu, como resultado dos encontros, o IFMT a estrutura física de uma Escola Agrícola doada pelo Município de Barra do Garças. O terreno total doado ao instituto é de 365.000 m², sendo área construída de 3.053,54 m². Suas edificações foram objeto de readequação a fim de atender as necessidades do novo Campus. A essa área construída somam-se 5.000,00 m² do prédio novo, obra atualmente paralisada. Com a conclusão dessa obra, a área construída total atingirá 8.053,54 m².

As atividades didáticas no Campus Barra do Garças iniciaram-se em 4 abril de 2011. Os primeiros cursos oferecidos foram o Curso Técnico em Controle Ambiental Integrado ao Ensino Médio em período diurno e o Curso Técnico Subsequente em Manutenção e Suporte em Informática no período noturno.

Em razão das obras de adequação dos prédios da antiga Escola Agrícola municipal, as atividades tiveram início em espaço cedido pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) – Campus Araguaia, em Barra do Garças. Entretanto, em 14 de março de 2012, o Campus do IFMT - Barra do Garças inicia seus trabalhos na antiga Escola Agrícola, já adaptada às necessidades da proposta educacional de educação técnica e tecnológica profissionalizante.

Nesse mesmo ano incluem-se aos cursos já existentes os cursos na modalidade integrada ao Ensino Médio em Técnico Integrado de Informática, Curso Técnico Integrado de Alimentos, Curso Técnico Integrado em Comércio, e na modalidade subsequente – Curso Técnico Subsequente de Secretariado e o Técnico em Manutenção e Suporte em Informática.

A região atendida pelo Campus Barra do Garças, não se remete, apenas, ao Estado de Mato Grosso, haja vista a sua localização entre fronteiras com o Estado de Goiás, segundo dados do IBGE CIDADES (2017), O município de Barra do Garças apresenta população estimada no ano de 2017 em 58.974 habitantes. Porém, as cidades em seu entorno propiciam um leque para as ações educacionais propostas pela Rede de Educação Técnica Profissionalizante a qual o Instituto Federal de Mato Grosso se insere.

Dentre as cidades do entorno, destacam-se, ainda segundo a mesma fonte, as cidades de Pontal do Araguaia (MT) com 5.395 habitantes, Aragarças (GO) com 18.305 habitantes, General Carneiro (MT) com 5.027 habitantes, Torixoréu (MT) com 4.071 habitantes, Araguaiana (MT) com 3.197 habitantes, além de Nova Xavantina (MT) com 19.643 habitantes e Canarana 18.754 habitantes. A última cidade citada, Canarana, é onde o Campus Barra do Garças possui um Centro de Referência e a população desse entorno, considerada pela abrangência do Campus, ultrapassa os 116 mil habitantes.

Perfil do Campus

O Campus atua na oferta de cursos ligados aos eixos tecnológicos de Ambiente e Saúde, Informação e Comunicação, Produção Alimentícia e Gestão e Negócios, oferta Pós Graduação Latu Sensu em Agroecologia e está em fase de redimensionamento de 18 seus eixos tecnológicos. Nesse sentido, o novo PDI do IFMT, com comissão já instituída, apresentará proposta de redefinição e realinhamento de eixos para melhor atender as necessidades da região e às próprias condições de oferta de cursos do Campus.

Vocação do Campus

Assim como o IFMT, o Campus Barra do Garças visa proporcionar a formação holística do ser humano em seu caráter científico, tecnológico e humanístico nos vários níveis e modalidades de ensino, pesquisa e extensão, contribuindo para a formação e capacitação de profissionais para o mundo do trabalho.

Objetivos do Campus

O Campus Barra do Garças abarca os mesmos objetivos da Instituição a qual pertence e tem como foco os seguintes objetivos:
I. Ministrar educação profissional técnica de nível médio, prioritariamente na forma de cursos integrados, para os concluintes do ensino fundamental e para o público da educação de jovens e adultos;
II. Ministrar cursos de formação inicial e continuada em todos os níveis e modalidades, objetivando a capacitação, o aperfeiçoamento, a especialização e a atualização de profissionais, nas áreas da educação, ciência e tecnologia;
III. Realizar pesquisas aplicadas, estimulando o desenvolvimento de soluções técnicas e tecnológicas, estendendo seus benefícios à sociedade;
IV. Desenvolver atividades de extensão de acordo com os princípios e finalidades da educação profissional e tecnológica, em articulação com o mundo do trabalho e os segmentos sociais, e com ênfase na produção, desenvolvimento e difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos;
V. Estimular e apoiar processos educativos que levem à geração de trabalho e renda e à emancipação do cidadão na do desenvolvimento socioeconômico local e regional; e
VI. Ministrar em nível de educação superior:
a) cursos superiores de tecnologia visando à formação de profissionais para os diferentes setores da economia;
b) cursos de licenciatura, bem como programas especiais de formação pedagógica, com vistas na formação de professores para a educação básica, sobretudo nas áreas de ciências, e para a educação profissional;
c) cursos de bacharelado e engenharia, visando à formação de profissionais para os diferentes setores da economia e áreas do conhecimento;
d) cursos de pós-graduação lato sensu de aperfeiçoamento e especialização, visando à formação de especialistas nas diferentes áreas do conhecimento; e
e) cursos de pós-graduação stricto sensu de mestrado e doutorado, que contribuam para promover o estabelecimento de bases sólidas em educação, ciência e tecnologia, com vistas ao processo de geração e inovação de conhecimentos educacionais, científicos e tecnológicos.

 

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Barra do Garças

Estrada de acesso a BR-158, Radial José Mauricio Zampa, s/n - CEP: 78600-000

Telefone: (66) 3402-0100

Barra do Garças/MT